Learn English for IELTS or TOEFL today

Mês: fevereiro 2021

estudar para o TOEFL

Como estudar para o TOEFL

Se você pretende cursar uma universidade em um país de língua inglesa o TOEFL provavelmente terá um papel importante em seu processo de admissão. Portanto, é fundamental que você entenda como se estudar para o TOEFL. 

Neste post vamos dar a você 8 dicas de como estudar para o TOEFL e se sentir confiante no dia da prova.
Mas primeiro, qual abordagem de preparação para o TOEFL é a correta para você?

Por onde começar a estudar para o TOEFL?

Para começar, faça a si mesmo a seguinte pergunta: que tipo de preparação para o TOEFL você precisa? Alguns candidatos desejam revisar muito o inglês antes de fazer o teste, enquanto outros desejam apenas conhecer o formato do TOEFL. Além disso, se você não tem tempo para estudar provavelmente será melhor descobrir o que esperar do TOEFL ao invés de tentar melhorar suas habilidades gerais de inglês.

Não importa que tipo de candidato você seja essas dicas certamente te ajudarão a obter a pontuação do TOEFL que deseja. 

Estudando para o TOEFL: 4 dicas para melhorar o seu nível de inglês

Para se sair bem no TOEFL você deve possuir um bom nível de inglês (pelo menos intermediário). A pontuação mínima mínima exigida no TOEFL iBT para universidades nos EUA é 85. Isso significa que você provavelmente precisará pontuar cerca de 22 em cada seção do TOEFL (reading, listening, speaking e writing).

Dito isso, a pontuação exata do TOEFL iBT de que você precisa varia de acordo com a escola que você escolher. Por exemplo, muitas instituições Ivy League exigem pontuações entre 90 e 100. Ao mesmo tempo, muitas escolas menores que exigem pontuações na casa dos 70.

Seja qual for o caso você deve garantir que sua habilidade em inglês seja suficiente para conseguir a pontuação do TOEFL que você precisa. Aqui estão quatro dicas fáceis que você pode usar para ajudar a fortalecer seu inglês antes de fazer o TOEFL.

Leia e Escute notícias em Inglês

Uma das melhores maneiras de melhorar sua compreensão em inglês é prestar atenção às notícias. As notícias permitem que você aprimore seu vocabulário, aprenda colocações gramaticais mais avançadas e ouça o inglês falado em um ritmo natural de conversação.

Nós recomendamos veículos de notícias americanos populares como a CBS e o The New York Times. 

Outro recurso sólido é o BBC Learning English. Este site mantém uma série chamada “English at University” ótima para ensinar palavras e frases comuns que os alunos devem saber ao estudar em um país de língua inglesa.

Converse com falantes nativos da língua inglesa

Como há uma parte de speaking no TOEFL você precisará garantir que suas habilidades estejam à altura. A melhor maneira de praticar o inglês é com falantes nativos de inglês. Os falantes nativos de inglês são pessoas cuja primeira língua é o inglês independentemente do país em que cresceram.

Você pode usar desde de programas de video chat que te conecta com pessoas de vários países como também ter aulas especificas de conversação com professores nativos.

Melhore o seu vocabulário

Para se destacar no inglês e no TOEFL você precisará dominar muitas palavras de vocabulário difíceis. Uma grande parte do TOEFL é saber muitas e muitas palavras em inglês especialmente o vocabulário acadêmico. Por isso é importante que você saiba quais palavras você precisará estudar para o TOEFL.

Nós mantemos uma série com mais de 320 palavras que você precisa saber para fazer o TOEFL em nosso instagram (@englishprep.br). Postado diariamente em nossos destaques.

Mas como estudar essas palavras? Um excelente método para melhorar seu vocabulário é usar flashcards. Você pode fazer seus próprios flashcards ou usar aplicativos digitais usando as palavras de nossa lista de vocabulário. Então, conforme você estuda adicione mais palavras aos seus cartões.

Use aplicativos de inglês para praticar

Finalmente, você pode aprender inglês ainda mais rápido por meio de sites e aplicativos de aprendizagem de idiomas. Esses recursos acompanham seu progresso e fornecem palavras-chave e padrões gramaticais para estudar.

Um exemplo popular é o Duolingo, um site de aprendizado de idiomas gratuito que também está disponível como aplicativo. O Duolingo usa uma atmosfera de jogo eficaz para ensinar línguas estrangeiras aos usuários. É muito útil para revisar regras gramaticais, palavras e vocabulário.

4 Dicas para estudar para o TOEFL

Se você já é muito bom em inglês e só precisa saber como se preparar para o dia de teste, aqui estão nossas quatro dicas para ajudá-lo a alcançar a pontuação do TOEFL que você precisa.

Aprenda o formato da prova

Para se sair bem no TOEFL você deve entender a estrutura do teste. Em outras palavras, você deve saber exatamente o que esperar no dia do teste desde que tipos de seções você enfrentará até quantas perguntas você precisará responder em um determinado período de tempo.

Essas respostas você encontra no nosso post: TOEFL: Tudo o que você precisa saber sobre a prova. Incluindo um descritivo sobre a pontuação da prova.

Use material de estudo e questões oficiais da prova

Outra dica é usar questões oficiais do TOEFL. Porque perguntas oficiais? As questões oficiais são o mais próximo que você pode chegar das questões reais do TOEFL em termos de forma, conteúdo e dificuldade. Além disso, muitos recursos do ETS usam perguntas que já caíram em provas passadas. Portanto, em relação à qualidade nada supera as perguntas oficiais do TOEFL!

Existem recursos gratuitos e pagos no próprio site da ETS. Os alunos da EnglishPrep recebem sempre os livros oficiais. Esses guias oficiais do TOEFL oferecem testes práticos completos e centenas de exemplos e perguntas de qualidade.

Analise os seus erros cuidadosamente

Você também deve passar algum tempo analisando os erros que comete. Determinar onde errou pode ajudá-lo a evitar cometer os mesmos erros no teste real.

Se você selecionar uma resposta incorreta para uma pergunta não simplesmente leia a explicação da resposta e siga em frente. Em vez disso, use a escolha de resposta correta para guiar seu pensamento. Por exemplo, nas seções de Reading e Listening releia a passagem ou ouça o clipe de áudio novamente para ajudá-lo a identificar novas evidências que você pode ter perdido antes. Continue fazendo isso até que você finalmente consiga entender por que sua escolha de resposta original estava incorreta e por que a escolha de resposta correta é correta.

Repita este processo para todas as perguntas que você responder incorretamente durante seus estudos do TOEFL. Com o tempo você deverá ser capaz de identificar padrões e descobrir mais rapidamente por que certas opções de resposta estão corretas ou incorretas.

Conheça suas fraquezas

As fraquezas irão diminuir sua pontuação no dia do teste por isso é importante que você encontre e fortaleça suas maiores fraquezas. No final das contas definir seus pontos fracos deve ajudá-lo a se sentir mais confiante no dia do teste e a melhorar suas chances de obter a pontuação do TOEFL desejada.

Para determinar seus pontos fracos pense quais áreas do TOEFL são mais difíceis para você. Se você já fez os testes práticos do TOEFL antes encontre as seções com suas pontuações mais baixas. Por exemplo, você tem dificuldade para reconhecer palavras do vocabulário nas leituras? Você está tendo problemas para entender as palestras e conversas gravadas? Você sempre parece ficar sem tempo durante a seção de Writing?

Depois de identificar seus pontos fracos faça um esforço para dedicar mais tempo de estudo para melhorar essas habilidades. 

Conclusão de como estudar para o TOEFL

Primeiro determine se você precisa melhorar o seu inglês ou conhecer o sobre o teste. Então escolha o método que se adeque melhor a você.

Você também pode precisar tanto melhorar o seu inglês quanto praticar para o teste isso é normal! Nossa dica nesses caso é comece pelo inglês.

Uma vez que você atingir um nível entre intermediário e avançado mergulhe no teste.

A preparação para o TOEFL nem sempre é fácil mas com nossas oito dicas acima você estará no caminho certo para uma ótima pontuação no TOEFL!

Você também pode agendar uma entrevista gratuita para fazer uma avaliação do seu nível. Nosso time de especialistas montará um plano de estudos personalizados a você.

IELTS para Express Entry

Como funciona o IELTS para o Express Entry

Neste post vamos abordar um pouco sobre o Express Entry, e como o seu nível de inglês é uma parte importante da sua aplicação para imigração.

Como o inglês influencia no Express Entry

O Express Entry é um sistema de pontos ligados aos 3 principais programas de imigração para o Canadá! Estes programas são:

Primeiramente, para saber mais informações sobre cada programa e qual seria a opção ideal para você, nós recomendamos fortemente que você entre em contato com uma consultor de imigração especializado.

Todos os programas acima exigem que o aplicante tenha um nível mínimo de inglês.

O Express Entry recompensa os candidatos que possuem nível avançado de inglês com altas pontuações.

Consequentemente quanto maior sua pontuação no Express Entry maior as chances de receber a tão sonhada invitation letter e aplicar para a Residência Permanente.

Como demonstrar o seu nível de inglês no Express Entry

A melhor forma de comprovar o seu nível de inglês é através de uma prova de proficiência da língua inglesa.

Existem vários tipos de prova de proficiência do inglês, porém o Express Entry aceita apenas o IELTS e o CELPIP. Você encontra mais informações sobre as regras de aceitação destas provas aqui.

Caso você esteja no Brasil, a sua única opção é o IELTS General Training!

Precisa de ajuda com o IELTS? Agende uma aula teste Hoje mesmo!

Uma vez que você tenha feito o IELTS, você receberá sua nota, porém dentro do Express Entry o que conta é o CLB (Canadian Language Benchmark).

Você precisará converter sua nota do IELTS para o CLB (calma, existe uma tabela pronta, e é muito fácil)!

Canadian Language Benchmark – CLB

O padrão Canadian Language Benchmarks (CLB) é uma escala descritiva da habilidade do idioma Inglês como Segunda Língua e possui 12 benchmarks ou pontos de referência do básico ao avançado. O padrão CLB reflete a progressão do conhecimento e das habilidades que fundamentam a habilidade básica, intermediária e avançada.

CLB x IELTS

Como mencionado acima, existe uma tabela para fácil conversão da sua nota no IELTS para o CLB.

Usando este tabela é possível definir qual a nota você precisa tirar no IELTS dependendo do programa do seu interesse.
Também mencionamos acima que cada programa tem a sua exigência mínima de inglês.

  • Federal Skilled Worker Program – CLB 7
  • Federal Skilled Traders Program – CLB 5
  • Canadian Experience Class – CLB 7

As informações completas dos pré requisitos linguisticos você encontra aqui.

Como o CLB pontua no Express Entry

No início desse post, falei que o Express Entry recompensa aqueles com melhor nível de inglês dando pontuações mais elevadas.

A tabela abaixo mostra exatamente como cada nível de inglês em cada uma das habilidades (Reading, Listening, Writing e Speaking) pontua.

Então podemos ver que para atingir a maior pontuação possível o aplicante precisaria apresentar uma prova do IELTS com no mínimo as seguintes pontuações:

  • Reading 8.0
  • Writing 7.5
  • Listening 8.5
  • Speaking 7.5

Ou seja você não precisa nem tirar a nota máxima dentro do IELTS para conseguir a melhor pontuação no Express Entry.

Vale lembrar que a área que mais pontua dentro do Express Entry são as línguas oficiais, então focar nos estudos, ter acompanhamento de um profissional nessa jornada pode fazer toda a diferença na hora de computar os pontos.

Pessoas casadas pontuam menos que pessoas solteiras, isso acontece pois o seu parceiro(a) tem a sua própria tabela de pontuação dentro das línguas que podem chegar a somar até 20 pontos extra.

Aqui na EnglishPrep oferecemos pacotes especiais para casais que querem se preparar juntos para a prova do IELTS!

O IELTS é realmente importante para um projeto de imigração ao Canadá, podendo somar até 136 pontos aos solteiros e até 148 pontos para casais.

Você pode agendar hoje mesmo uma teste e conhecer a metodologia da EnglishPrep que já ajudou mais de 1000 alunos alcançarem seu objetivo com a prova.

Clique no botão abaixo para mais informações!

TOEFL reading

TOEFL Reading: Os tipos de questões que podem aparecer na sua prova!

A seção de Reading do TOEFL é, na verdade, uma das seções mais simples do exame, e saber o que esperar desta seção fará com que responder as perguntas fique muito mais fácil. Leia este guia para saber exatamente quais tipos de perguntas você verá nesta seção e como respondê-las. 

Você pode ver informações sobre a prova como um todo clicando aqui!

Visão Geral do TOEFL Reading

Reading é a primeira seção do TOEFL e foi projetada para testar sua habilidade de entender textos e passagens acadêmicas de nível universitário. Você terá de 60 a 80 minutos para responder a perguntas com base em três a quatro textos. A variação no tempo e na duração se deve ao fato de que alguns participantes do teste terão questões experimentais não pontuadas em sua seção de leitura do TOEFL, tornando-a mais longa, enquanto outros terão questões experimentais durante a seção de Listening. Você não saberá quais perguntas são experimentais e quais são avaliadas, então tente não se preocupar muito com isso. Cada uma das passagens de Reading do TOEFL terá cerca de 700 palavras, e elas serão seguidas por cerca de 12-14 perguntas. As passagens são de livros didáticos de nível universitário que introduzem um tópico ou disciplina.

Quais são os tipos de perguntas no TOEFL Reading?

Você encontrará três tipos diferentes de perguntas ao ler os textos da prova. Como é importante saber o que esperar, nesta seção explicamos os diferentes tipos de pergunta e, para cada tipo de pergunta, vamos te dar dicas de resposta para cada tipo.

Multipla Escolha

Provavelmente, você tem muita experiência com esses tipos de perguntas. Para cada pergunta, há quatro opções de resposta, apenas uma delas é a correta. Você precisará escolher o correto. Este é, de longe, o tipo de pergunta mais comum que você verá no TOEFL Reading. Essas perguntas podem perguntar a você sobre a passagem como um todo, sentenças ou frases específicas na passagem ou o significado de uma palavra específica que foi usada.

Exemplo:

Para responder este tipo de pergunta, separamos 2 dicas:

  • Leia todas as opções de resposta. Isso pode parecer um conselho óbvio, mas no dia do teste é fácil ver uma opção que parece muito boa, escolha-a e passe para a próxima pergunta sem verificar para ter certeza de que não há uma opção melhor. O ETS tentará fazer algumas opções de resposta parecerem a resposta certa, quando na verdade não são. Ler todas as suas opções o ajudará a evitar ser enganado.
  • Procure evidências na passagem. Cada resposta correta será apoiada por evidências na passagem, mesmo que não seja imediatamente óbvio. Se você não tiver certeza de qual resposta é a correta, volte e folheie a passagem em busca de pistas.

Inserir uma Frase

Para cada passagem, haverá uma pergunta sobre como inserir uma frase. Para essas perguntas, será mostrado um parágrafo da passagem, bem como uma frase a ser adicionada a ela. Haverá quatro locais diferentes onde a nova frase pode ser inserida, e sua tarefa é selecionar o local onde a frase se encaixa melhor.

Exemplo:

Para responder este tipo de perguntas recomendamos que você:

  • Para cada uma das quatro opções, leia brevemente todo o parágrafo com a nova frase inserida no local marcado. Não fique tentado a ignorar as opções ou parar após a primeira opção se parecer boa o suficiente. Essas perguntas são elaboradas para ser um pouco complicadas e sempre haverá respostas que parecem muito boas, mas não são a resposta correta. Ao considerar cada opção de posicionamento com cuidado, você reduzirá a chance de responder incorretamente
  • Considere se o significado do parágrafo muda dependendo de onde a frase é colocada. A resposta correta manterá o mesmo significado original.

Reading to Learn (Lendo para Aprender)

Este tipo de pergunta provavelmente não soa nada familiar. Essas perguntas pedem que você organize os pontos principais da passagem em um gráfico ou resumo. Haverá uma dessas perguntas para cada passagem. Ao contrário das outras questões do Reading, que valem um ponto, as questões este tipo de pergunta valem de dois a três pontos. É possível obter crédito parcial.

Exemplo:

Dicas para responder a essas questões:

  • Essas questões podem ser um pouco confusas se você nunca as viu antes, então certifique-se de praticá-las enquanto estiver estudando.
  • Para perguntas que pedem que você selecione as ideias principais da passagem, não se deixe enganar por fatos menores. É fácil pensar que essas são as respostas corretas se forem mencionadas na passagem, porque parece que há evidências de apoio, mas se não foi o ponto principal da passagem, não as inclua.
  • Não tenha medo de folhear a passagem novamente se precisar de ajuda para responder a essas perguntas. Procure ideias principais e pontos-chave que foram apresentados
  • Sempre verifique sua resposta para ter certeza de que parece lógico antes de passar para a próxima pergunta.

Além das aulas você pode praticar com questões reais diretamente no site da ETS!
Na próxima semana vamos liberar um post sobre materiais de estudos para a prova, fiquem atentos!

Gostou das dicas? Nós oferecemos aulas particulares com professores nativos especializados na prova, você pode agendar uma entrevista gratuita e sem compromisso para conhecer nossa metodologia aqui!

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial